ícone do tempo
Campo Grande °C

Em apoio à ação, deputados participam de lançamento de programa habitacional

Cerimônia de lançamento foi realizada nesta segunda-feira no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo

Deputados estaduais participaram, na manhã da última segunda-feira (17), do lançamento do programa “Bônus Moradia Emendas”. A participação dos parlamentares demonstra o apoio do Parlamento Estadual à iniciativa, que vai garantir R$ 30 milhões para ajudar famílias de Campo Grande e Dourados na concretização do sonho da casa própria. O evento foi realizado no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande.

Estiveram, na cerimônia, os deputados Paulo Corrêa (PSDB), Mara Caseiro (PSDB), Professor Rinaldo Modesto (Podemos) e Marcio Fernandes (MDB). Em nome da Assembleia Legislativa, discursou o deputado Paulo Corrêa, 1º secretário da Casa de Leis. “Quem é que nunca sonhou com a casa própria? Ter um lar, uma moradia, é questão de dignidade para as famílias, e aqui em Mato Grosso do Sul tratamos essa questão com muita seriedade”, disse o parlamentar.

Os R$ 30 milhões são de emendas dos oito deputados federais e os três senadores, que compõem a bancada federal de Mato Grosso do Sul. De acordo com o Governo do Estado, a ação, que faz parte do programa “Minha Casa, Minha Vida Cidades”, vai garantir subsídios de R$ 12 mil até R$ 32 mil, que serão usados para o pagamento da entrada do imóvel. São R$ 20 milhões para Campo Grande e R$ 10 milhões para Dourados.

“Este é um programa inédito no Brasil, que conseguimos construir para que as emendas (federais) pudessem viabilizar esta fase. No ano passado fizemos o Bônus Moradia que atendeu mais de duas mil famílias com recursos próprios. Agora soma com estas emendas para podermos ampliar o programa. Uma alegria muito grande ter a bancada federal como parceira deste projeto”, afirmou o governador Eduardo Riedel.

Segundo informou o Governo do Estado, os interessados devem se cadastrar no site da Agehab (Agência de Habitação Popular do Estado de MS). Só podem participar as pessoas que não fazem parte de nenhum outro programa de habitação. A renda mensal familiar deve ser no máximo de R$ 7.050,00. Já os imóveis escolhidos precisam custar até R$ 220 mil.

(Com informações do Governo de MS)

Por: Osvaldo Júnior   Foto: Victor Chileno

Compartilhe
Notícias Relacionadas
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Sites Profissionais
    Informe seus dados de login para acessar sua conta